Live ATC SBMG!



Copyright © 2009-2014 todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial.
NOTICE Unauthorized linking and use of audio feeds is prohibited. See LiveATC.net Terms of Service 

terça-feira, 30 de agosto de 2011

GOL NO AR



A partir do mês setembro, os passageiros da Gol vão ter mais uma opção de entretenimento durantes os voos. O Gol no Ar vai disponibilizar conteúdo para os viajantes através de conexão Wi-Fi de forma gratuita.
Artigos de jornais e revistas, programas de TV, esportes, jogos e canais de música de parceiros da companhia vão estar à disposição de passageiros em laptops, tablets, e telefones celulares que possuam conexão Wi-Fi. Nessa fase inicial, o Gol no Ar está disponível para notebooks, netbooks, iPhones, Ipads e iPods Touch.
O principal diferencial do novo sistema é que o conteúdo leva apenas alguns minutos para ser atualizado em cada pouso. Nos modelos tradicionais de entretenimento de bordo esse conteúdo pode levar até semanas para ser atualizado.
O conteúdo disponibilizado é atualizado a cada pouso da aeronave e estará disponível em dez aeroportos das cidades do Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre, Brasília, Belém e Fortaleza. O sistema já foi implantando em 35 aeronaves da Gol. O produto estará disponível em 250 voos diários e a previsão é que esse número chegue a 380 até o fim do ano

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

ATRASO NO VOO 1225 DA GOL.



HOJE O VOO 1225 SAIU COM ATRASO DEVIDO A PROBLEMAS NO GERADOR DE ENERGIA DA AERONAVE, UM BOEING 737-800 MATRICULA PR-VBF.

A DECOLAGEM PREVISTA PARA AS 17:30HS ACONTECEU SOMENTE  AS 19:50HS.

domingo, 28 de agosto de 2011

CESSNA 208 CARAVAN 2708 DA FAB NO SBMG!

NESTE SÁBADO POR VOLTA DAS 14:30 HS POUSOU UM CESSNA 208 CARAVAN DA FAB MATRICULA 2708,
ANTES DO SEU POUSO DECOLOU DO SBMG UM HELICÓPTERO DA MARINHA , ESTE INFELIZMENTE SEM REGISTROS! ASSIM COMO O HELICÓPTERO O CARAVAN FEZ O REABASTECIMENTO DE DECOLOU EM SEGUIDA.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

PT-TUB CESSNA 152 : O TUBARÃO DA AEROCON!!!!!!!




  • PT-TUB
  • CESSNA AIRCRAFT 152
  • AEROCON ESCOLA DE AVIAÇÃO
  • ICAO : C152
  • CN : 152-80717 
  • 23/08/2011

O CESSNINHA "TUBARÃO" DA AEROCON, ESCOLA DE AVIAÇÃO QUE FICA EM CURITIBA NO AEROPORTO DE BACACHERI.
É UMA DAS VARIAS AERONAVES PINTADAS NESSE ESQUEMA DO TUBARÃO E SEMPRE CHAMA A ATENÇÃO POR ONDE PASSA!


quinta-feira, 25 de agosto de 2011

UM VOO ESPECIAL NO SBMG!

UM AVIÃO MODELO CARAJÁ MATRICULA PT-VAP DA BERTOL AEROTÁXI TROUXE UM MÉDICO PARA FAZER UMA RETIRADA DE ÓRGÃOS EM MARINGÁ.
AINDA NÃO TENHO CONFIRMAÇÃO, MAS A AERONAVE TRANSPORTANDO O ÓRGÃO SEGUIU PARA O RIO GRANDE DO SUL.
UM GRANDE GESTO DE SOLIDARIEDADE QUE SALVA MUITAS VIDAS!!!
O AIRMGF APOIA ESSA CAUSA!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

FOTO DO DIA!

A FOTO DO DIA MOSTRA O BOEING 737-800 MATRICULA PR-GGQ DA GOL, SENDO CHECADO PELOS MECÂNICOS NO PERNOITE.
UM PROCEDIMENTO DE ROTINA QUE GARANTE A SEGURANÇA DO VOO!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

PR-FBD : BONANZA G36 ANIVERSARY EDITION






  • PR-FBD
  • HAWKER BEECHCRAFT G-36 BONANZA G-1000
  • PRIVATE 
  • ICAO : BE36
  • CN : E-3790
  • 29/12/2010
BONANZA COM PINTURA ESPECIAL COMEMORATIVA DOS 60 ANOS DE BONANZA, AERONAVE QUE É FABRICADA ATÉ OS DIAS DE HOJE

domingo, 21 de agosto de 2011

A HISTÓRIA DO LOCKHEED SR-71 BLACKBIRD

O SR-71 foi uma criação de Clarence "Kelly" Johnson, o famoso projetista da Lockheed que criou o P-38, o F-104 Starfighter e o U-2. Depois que os soviéticos abateram o U-2 de Gary Powers em 1960, Johnson começou a desenvolver uma aeronave que voaria 4800 metros mais alto e cinco vezes mais rápido que o U-2, e que ainda seria capaz de fotografar a placa do seu carro.
Lockheed SR-71 Tipo A, também conhecido por Blackbird, é um avião de reconhecimento estratégico (daí o "SR": Strategic Reconnaissance) de longo alcance desenvolvido pela lockheed a partir dos projetos YA-12 e A-12 projetada pelo ultra-secreto laboratório da Lockheed "Skunk Works". 
    Sua fuselagem foi feita com ligas de titânio  para suportar as altas temperaturas em torno de 200 a 300 graus celsius , causadas pelo atrito com o ar em virtude da alta velocidade alcançada.
Como sua fuselagem foi feita em placas para poder dilatar-se durante o vôo, o SR-71 é conhecido por vazar quando está no chão; pelo seu fluido hidráulico congelar em temperaturas de 30 °C e pelo modo peculiar de ativação dos motores.
 Por ser a J-58 uma turbina de grande porte e pesada demais (9 estágios de compressão de fluxo axial) para um sistema pneumático comum, a ativação era feita por um motor V-8 envenenado ligado por engrenagens diretamente no eixo da turbina nos primeiros anos (agora a ativaçao era feita de outra maneira escrito logo abaixo)
Seu vôo em altas temperaturas também não seria possível sem o combustível especial desenvolvido para ele, o JP-7, tão viscoso e pouco volátil que era possível apagar facilmente um fósforo aceso num balde de JP-7. O JP-7 não queimava com o motor frio, assim na hora da partida era preciso pré-aquecer as turbinas com outra "formula de bruxa", o borato de trimetila - que fazia uma característica chama verde.
cockpit do SR-71
O Blackbird foi construído inicialmente com uma nacele, para somente um piloto, eram os chamados A-12, em sua segunda versão, denominada SR-71 A, possuía duas naceles, para dois tripulantes em assentos tandem, ficando o piloto na nacele da frente, enquanto o operador de sistemas ia na nacele de trás. Havia também a versão B usada para treinamento, que possuía duas naceles, e acomodava dois pilotos, em que a nacele traseira ficava mais elevada em relação a dianteira. 
A aviônica quase não existia. Para a navegação era empregado o sistema inercial de navegação, a fim de detectar sistemas de radar hostis e enganar possíveis mísseis disparados, possuía o A-12 ainda um sistema contra-medidas eletrônicas (ECM-System).
ROUPAS COM SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO
Para as missões em grandes altitudes e velocidades, ambos os tripulantes usavam uma roupa pressurizada, que lembra os primeiros trajes dos astronautas. Para sua construção, foram criadas máquinas ferramentas (máquinas operatrizes) com o fim específico da construção dos componentes para este avião. Quando do encerramento de sua produção, as máquinas foram destruídas, impossibilitando assim que novas peças e/ou unidades do SR-71 fossem feitas novamente e, com o fim da Guerra fria, não mais era viável seguir utilizando um avião com hora de vôo de custo tão elevado.
SR-71 SENDO REABASTECIDO POR UM KC-135
Por vários motivos, o SR-71 foi desativado. Entre eles, fatores políticos, custo operacional e o advento dos satélites, O custo mais significativo eram os aviões-tanque necessários para reabastecê-lo em voo. Em 1990, com os cortes de custos a Força Aérea aposentou o SR-71. O Blackbird escapou de aproximadamente 4 mil mísseis, sem nunca ter sofrido um arranhão do fogo inimigo. Ele voou sobre o Vietnã do Norte, China, Coreia do Norte, Oriente Médio, África do Sul, Cuba, Nicarágua, Irã, Líbia e as Ilhas Falkland. 
Apenas 3 são mantidos ativados pela NASA para estudos. Esse avião voava tão alto e tão rápido que, perseguido por um missil terra ar, a manobra de evasão clássica era simplesmente acelerar. Com base em Beale, na Califórnia,  a unidade equipada com SR-71 estava em diferentes bases, principalmente na Inglaterra e no Japão,, para fazer cobertura aérea em todo o mundo.
À altitude operacional, o SR-71 conseguia fazer a vigilância de uma superfície de 270.000 km² por hora, o que lhe permitia operar no Vietnam do Norte, na China, na União Soviética, em Cuba ou na Coreia do Norte sem entrar no espaço aéreo respectivo. Nenhum dos 33 SR-71 fabricados foi abatido até a atualidade, no entanto 12 unidades foram perdidas em acidentes, Isso constitui uma façanha notável, já que durante a Guerra do Vietnam muitas missões foram conduzidas sobre Hanói, então uma das mais bem defendidas cidade do mundo.
 Em um dos seus últimos vôos fora dos EUA, um SR-71 foi exibido em feira aérea em Paris, e no retorno aos EUA, bateu novo recorde de velocidade. Devido ao fuso horário, o avião chegou aos EUA aproximadamente 4 horas antes do horário em que decolou de Paris.
Em seu voo final, o Blackbird voou para o Smithsonian National Air and Space Museum, viajando de Los Angeles a Washington em 64 minutos, com uma média de 3432 km/h e estabelecendo quatro recordes de velocidade. Ele serviu a seis presidentes americanos durante um quarto de século. Semanalmente o SR-71 vigiava cada submarino nuclear soviético, cada lançador móvel e todos os movimentos de tropas.
CAUSOS DO SR-71

Um dia, sobre o Arizona, estávamos monitorando a frequência de rádio de todos os aviões comuns abaixo do nosso. Primeiro o piloto de um Cessna pediu aos controladores de voo para checar sua velocidade em relação ao solo. “Noventa nós” (166 km/h), disse o controlador. Em seguida um Twin Bonanza fez o mesmo pedido. “Cento e vinte” (222 km/h), foi a resposta. Para nossa surpresa, um F-18 da marinha entrou no rádio com uma checagem de velocidade em relação ao solo. Eu sabia exatamente o que ele estava fazendo. É claro que ele tinha um indicador no cockpit, mas ele queria mostrar aos teco-tecos como era rápido. “Dusty 52, temos você a 620 (1148 km/h) no solo”, foi a resposta do controlador. A brincadeira foi além. Ouvi o clique do microfone de Walter. Com sua voz inocente, Walter surpreendeu o controlador perguntando a ele qual a nossa velocidade a 81.000 pés, muito acima do espaço aéreo controlado. Em uma voz tranquila e profissional, o controlador respondeu: “Aspen 20, tenho você a 1982 nós (3670 km/h)”. Não ouvimos nenhuma outra transmissão naquela frequência até chegar à costa.

  • O major Brian Shul é o autor de Sled Driver, um fascinante apanhado de suas experiências como piloto do SR-71 Blackbird.    (trecho retirado do site www.planobrasil.com)







Especificações técnicas


Descrição 
Fabricante: Lockheed Martin 
Primeiro vôo: 22 de Dezembro de 1964 
Entrada em serviço: Janeiro de 1966 
Missão : Reconhecimento/Vigilância/espionagem 
Tripulação: 2, um piloto e um operador de sistemas 
Dimensões :
Comprimento: 32,74 m 
Envergadura: 16,94 m 
Altura: 5,64 m 
Área Alar: 
167,2 m² 
Peso : 
Vazio: 27.000 kg 
Peso total: 66.000 kg 
Peso bruto máximo: 77.000 kg 
Propulsão: 
Motores: 2× Pratt & Whitney J58-1 T11D-20B de 144 kN 
Performance:
Velocidade  máxima: 4.300 km/h (Mach: 3,5) 
Alcance: 4.800 km 
Teto máximo: 28.000 m 
DIAGRAMA DA MISSÃO DO SR-71



sábado, 20 de agosto de 2011

OBRAS DO NOVO PATIO !!!




BOM, PELO QUE PERCEBI UMA PARTE DO PÁTIO JÁ ESTA SENDO USADA,
ACREDITO QUE SEJA EM CARATER PROVISÓRIO, PARA FACILITAR AS OPERAÇÕES COM OS EQUIPAMENTOS EM VOLTA DA AERONAVE .

SABADO COM MAU TEMPO NO SBMG!



POSIÇÕES 1,2 E 3 VAZIAS


É AMIGOS A MADRUGADA FOI DE TEMPO FECHADO NO SBMG, DAS AERONAVES QUE PERNOITAM NO SBMG, APENAS O ATR 42-500 DA TRIP POUSOU, FOI  POR VOLTA DAS 22:00HS DEPOIS DISSO O AEROPORTO FECHOU DEVIDO A NEBLINA.
OS VOOS DA GOL ALTERNARAM PARA LONDRINA E O AZUL FOI PARA PRESIDENTE PRUDENTE.
DE MANHÃ, VÁRIOS ÓNIBUS LEVARAM OS PASSAGEIROS DE MARINGÁ PARA LONDRINA E PRESIDENTE PRUDENTE ONDE AS AERONAVES ESTAVAM AGUARDANDO.
DEPOIS DAS 06:20HS HOUVE UMA MELHORA DO TEMPO E O VOO DA TRIP 5314 POUSOU NORMALMENTE, ASSIM COMO ALGUNS PARTICULARES E O GOL 1162 AS 09:10HS

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

NOVO HANGAR!


A FOTO ACIMA MOSTRA O INÍCIO DAS OBRAS DE UM NOVO HANGAR, POSICIONADO ENTRE O HANGAR DA SKY E HANGAR UNIÃO. 
POSSIVELMENTE SERÁ OUTRO HANGAR DA SKY.

PR-WSB LEARJET 40 "BLACK EAGLE"



  • PR-WSB
  • LEARJET 40
  • VIP JET AEROTÁXI
  • ICAO : LJ40
  • CN : 45-2006
  • 19/05/2011
O REGISTRO DO BELO LEARJET 40 "BLACK EAGLE" NO SBMG!!!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

PR-ECT PILATUS PC-12 NO SBMG


  • PR-ECT
  • PILATUS PC-12/45
  • LIDER TÁXI AÉREO
  • ICAO : PC12
  • CN : 359
  • 26/09/2010
ESSE É O UNICO REGISTRO DE UM PILATUS PC-12 NO SBMG EM 2010!
EXISTEM EM TORNO DE 15 PC-12 NO BRASIL

PR-GUI BOEING 737-800 DA GOL COM OS NOVOS MOTORES CFM56-7BE.



A GOL RECEBEU NO DIA 09 DESSE MÊS O BOEING 737-800 NG COM OS MOTORES DE PERFORMANCE MELHORADA CFM56-7BE.
O NOVO MOTOR TEM MODIFICAÇÕES DE PRESSÃO E DIMINUIÇÃO DE ARRASTO REDUZINDO EM ATÉ 2% O CONSUMO DE COMBUSTÍVEL.
A AERONAVE MATRICULA PR-GUI É A 100ª ENTREGUE AO MERCADO COM O SKY INTERIOR .
COM O PR-GUI A FROTA DA GOL CONTA COM 119 AERONAVES.

Gol fará recompra de ações






A Gol conseguiu autorização com o conselho de administração para por em prática um programa de recompra de ações preferenciais de emissão da companhia. O total a ser adquirido equivale a 10% das ações dessa classe em circulação, a preços de mercado no pregão da bolsa de valores. A companhia tem 365 dias para efetuar essas aquisições, contando a partir do último dia 12.


fonte : aero revue

domingo, 14 de agosto de 2011

N402FT GULFSTREAM G-IV NO SBMG!





  • N402FT
  • GULFSTREAM AEROSPACE G-IV GULFSTREAM G-400
  • PRIVATE
  • ICAO : GLF4
  • CN : 1527
  • 14/08/2011
GULFSTREAM G-400 NO SBMG PERMANECENDO NA POSIÇÃO REMOTA ATÉ SEGUNDA FEIRA.
PESQUISANDO NO AIRFRAMES, O N402FT É ANO 2004 E PERTENCIA A EJS EXECUTIVE JET SHARES II INC.

sábado, 13 de agosto de 2011

SBMG : O DIA EM QUE UMA KOMBI AJUDOU UM SENECA!!!


BOM, ERA UM PACATO DIA DE DOMINGO E SEM MUITOS VOOS NO SBMG. 
MAIS PRECISAMENTE DIA 07/02/2010, NO MEIO DA TARDE VEIO UM SENECA DA AEROCON, ESSE ERA GRINGO UM PIPER SENECA MESMO, NÃO ERA FABRICADO PELA EMBRAER/NEIVA.

MUITAS PESSOAS FORAM ATÉ O PÁTIO 2 VER O BELO ESQUEMA DE PINTURA DA AERONAVE IMITANDO UM TUBARÃO, ACREDITO QUE SÓ TEM ELE NO BRASIL COM ESSE ESQUEMA DE PINTURA. ATÉ AI TUDO BEM.
DEPOIS DE FAZER O PLANO DE VOO E REABASTECER FORAM DAR A PARTIDA! E....... NADA!!!
SIM O SENECA NÃO FUNCIONAVA, O INSTRUTOR DISSE Q ERA A BATERIA Q ESTAVA DESCARREGANDO JÁ FAZIA UM TEMPO.
O PROBLEMA É QUE O SBMG NÃO TINHA HANGAR DE MANUTENÇÃO, E TODOS OS HANGARES PARTICULARES ESTAVAM FECHADOS!
ELES FICARAM NA AERONAVE TENTANDO LIGAR PRA AEROCON, ATÉ QUE UMA AERONAVE CHEGOU AOS HANGARES E O INSTRUTOR FOI LÁ ATRÁS DE ALGUMA GPU, MAS SEM SUCESSO.
ENTÃO ELES EMPURRARAM O SENECA SEM BATERIA PELO PÁTIO 2 SENTIDO HANGARES.
APÓS MAIS UMA SERIE DE PARTIDAS SEM SUCESSO, O INSTRUTOR CHEGOU AO PONTO DE TENTAR DAR A PARTIDA NO BRAÇO MESMO.

ATÉ QUE O PILOTO DO HANGAR LEMBROU DE UM CABO DE CHUPETA (OU PARTIDA ASSISTIDA COMO PREFERIR) COM O PLUG PARA O SENECA!!
MAS ONDE LIGAR OS CABOS, NÃO TINHA UMA BATERIA POR PERTO!
DE REPENTE TODOS OLHAM PRA ELA............................... 
SIM! , ELA MESMA A KOMBI!!!


ENGATARAM OS CABOS NOS POLOS DA BATERIA DELA E A KOMBI FEZ A "CHUPETA" NO SENECA,  TIVEMOS QUE ACELERAR BASTANTE ELA PRA NÃO DESCARREGAR A BATERIA TAMBÉM, E ASSIM O SENECA CONSEGUIU DAR A PARTIDA NO MOTOR 2. 
FOI UMA CENA ENGRAÇADA ATÉ, DEPOIS DISSO ELES AGRADECERAM MUITO A TURMA DO SBMG E PARTIRAM PARA O BACACHERI. 





  • E ESSA FOI UMA DAS VARIAS HISTÓRIAS QUE VIVI NO SBMG!!!
  • E PERDOEM A QUALIDADE DAS FOTOS, ELAS FORAM FEITAS DE UM CELULAR!


AIRMGF